A realização do exame que detecta a presença do Zika vírus no organismo, chamado RT-PCR, começou a ser feito no Espírito Santo nesta terça-feira (23). O exame, está sendo feito no Laboratório Central (Lacen), em Vitória. Até o momento, o teste de Zika era realizado na Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Entre as principais vantagens do novo procedimento, estão a redução do tempo para o resultado do exame, que passou de 35 para 10 dias, em média, e o aumento da quantidade de amostras analisadas semanalmente, passando de 30 para 100.

O Lacen vai analisar, prioritariamente, amostras de gestantes, pacientes internados com complicações neurológicas e de pacientes graves com sintomas de Zika, bem como investigação de óbitos e de microcefalia.

Casos de Zika no Espírito Santo

Até a última quinta-feira (18), o Espírito Santo registrou 1.739 casos suspeitos de infecção pelo zika vírus, sendo 20 confirmados. Em todo o estado, 72 casos suspeitos de microcefalia em bebês estão sendo investigados, mas ainda sem confirmação de relação com o Zika vírus.

Fonte: Secom/ES

http://jornaltempodenoticias.com.br/wp-content/uploads/2016/02/teste-zika-virus-1024x514.jpghttp://jornaltempodenoticias.com.br/wp-content/uploads/2016/02/teste-zika-virus-150x150.jpgGuilherme MoraesSaúdeespírito santo,exame,microcefalia,zikaA realização do exame que detecta a presença do Zika vírus no organismo, chamado RT-PCR, começou a ser feito no Espírito Santo nesta terça-feira (23). O exame, está sendo feito no Laboratório Central (Lacen), em Vitória. Até o momento, o teste de Zika era realizado na Fiocruz, no Rio...Últimas notícias do Espírito Santo, Brasil e do Mundo

Comentários