O governo estadual anunciou nesta terça-feira (22) que construirá 34 represas de médio porte em municípios capixabas atingidos pela seca.

Na primeira etapa, será lançado edital para construção de cinco represas nos municípios de Colatina, Marilândia, Pancas, São Roque do Canaã e Sooretama. As obras fazem parte do Programa Estadual de Construção de Barragens, que prevê investimentos de R$ 60 milhões na implantação de reservatórios de água no interior do Estado até 2018.

Para escolha das localidades contempladas, foram adotados critérios como capacidade hídrica, áreas de terra doadas e número de usuários beneficiados. Além dos cinco municípios mencionados, Baixo Guandu, Itarana, Jaguaré, Laranja da Terra, Linhares, Montanha, Pinheiros e Santa Teresa também foram escolhidos para a construção das novas represas.

As represas terão como finalidade o abastecimento de água para a população urbana e para o setor agrícola. Estima-se que a capacidade de armazenamento de água dos cinco primeiros reservatórios será maior que 510 milhões de litros. O custo das obras está orçado em R$ 6,5 milhões.

As cinco primeiras obras serão a barragem de Santa Júlia, na localidade de Agrovila, em São Roque do Canaã; Barragem de Floresta, localizada em Lajinha de Pancas, município de Pancas; Barragem Graça Aranha, em Colatina; Barragem Liberdade, localizada no município de Marilândia; e a Barragem de Cupido, na cidade de Sooretama
As cinco primeiras obras serão a barragem de Santa Júlia, na localidade de Agrovila, em São Roque do Canaã; Barragem de Floresta, localizada em Lajinha de Pancas, município de Pancas; Barragem Graça Aranha, em Colatina; Barragem Liberdade, localizada no município de Marilândia; e a Barragem de Cupido, na cidade de Sooretama. Foto: Custom0305 / Free Images

Outras medidas contra a seca

Em comemoração ao Dia Mundial da Água (22/03), o governo anunciou a criação do Programa Rural Sustentável e do Fundo de Construção de Barragens. Tais iniciativas abrangem, além da construção de represas no interior do estado, a realização de cursos de Construção de Barragens e Gestão de Recursos Hídricos, reflorestamento e proteção de nascentes, entre outras medidas.

Segundo cientistas, a crise hídrica que afeta o Espírito Santo e outros estados brasileiros é resultado do fenômeno periódico “El Niño”, o mais severo dos últimos 18 anos.

http://jornaltempodenoticias.com.br/wp-content/uploads/2016/03/represa.jpghttp://jornaltempodenoticias.com.br/wp-content/uploads/2016/03/represa-150x150.jpgHermann MoraesMeio ambienteColatina,crise hídrica,Dia mundial da água,Marilândia,Pancas,represas,São Roque do Canaã,seca,SooretamaO governo estadual anunciou nesta terça-feira (22) que construirá 34 represas de médio porte em municípios capixabas atingidos pela seca. Na primeira etapa, será lançado edital para construção de cinco represas nos municípios de Colatina, Marilândia, Pancas, São Roque do Canaã e Sooretama. As obras fazem parte do Programa Estadual...Últimas notícias do Espírito Santo, Brasil e do Mundo

Comentários