Dia Mundial da Água: 78% dos empregos no mundo dependem de recursos hídricos

Sobradinho (BA) - A Usina Hidrelétrica de Sobradinho tem capacidade total de 1.050 megawatts, mas com a falta de água só tem sido possível gerar cerca de 160 megawatts. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Sobradinho (BA) – A Usina Hidrelétrica de Sobradinho tem capacidade total de 1.050 megawatts, mas com a falta de água só tem sido possível gerar cerca de 160 megawatts. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em nome da ONU Água, fez um alerta hoje (22), Dia Mundial da Água, sobre a perda ou o desaparecimento de empregos em todo o Mundo nos próximos anos, devido a falta de fornecimento de água

O relatório 2016 da Unesco publicado nesta manhã, com o tema a água e o emprego, mostra que 78% dos empregos que constituem a força de trabalho mundial são dependentes dos recursos hídricos. A Unesco estima que mais de 1,4 bilhão de empregos, ou 42% do total da força de trabalho mundial, são altamente dependentes dos recursos hídricos. Entre os setores mais atingidos estão a agricultura, indústria, silvicultura, pesca e aquicultura, mineração, o suprimento de água e saneamento, assim como quase todos os tipos de produção de energia. Esta categoria também inclui empregos em áreas como cuidados de saúde, turismo e setores de gestão de ecossistemas.

Também foi estimado que 1,2 bilhão de empregos, ou 36% do total da força de trabalho mundial, são moderadamente dependentes dos recursos hídricos. São setores para os quais a água é um componente necessário em suas cadeias de valores, como construção, recreação e transporte.

Desde os anos 80, a captação de água doce tem aumentado mundialmente em cerca de 1% ao ano, principalmente devido à crescente demanda em países em desenvolvimento, segundo a Unesco. “A redução da disponibilidade hídrica vai intensificar ainda mais a disputa pela água por seus usuários. Isso afetará os recursos hídricos regionais, a segurança energética e alimentar e, potencialmente, a segurança geopolítica, provocando migrações em várias escalas”.

Cidade Nova (BA) - Bombas submersas, fazem a transposição e bombeamento de água para abastecer áreas de plantio dos produtores do Lago de São Vitor (Foto:Marcello Casal jr/Agência Brasil)
Cidade Nova (BA) – Bombas submersas, fazem a transposição e bombeamento de água para abastecer áreas de plantio dos produtores do Lago de São Vitor (Foto:Marcello Casal jr/Agência Brasil)

http://jornaltempodenoticias.com.br/wp-content/uploads/2016/03/EBC_agua-1024x682.jpghttp://jornaltempodenoticias.com.br/wp-content/uploads/2016/03/EBC_agua-150x150.jpgGuilherme MoraesMeio ambienteÁgua,Dia mundial da água,EmpregoDia Mundial da Água: 78% dos empregos no mundo dependem de recursos hídricos A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em nome da ONU Água, fez um alerta hoje (22), Dia Mundial da Água, sobre a perda ou o desaparecimento de empregos em...Últimas notícias do Espírito Santo, Brasil e do Mundo

Comentários